Os sinais de ansiedade podem se manifestar de diversas formas, mas antes de explicá-los, “o que é a ansiedade?”. Ansiedade é uma sensação normal de todo indivíduo. Surge antes de uma prova importante ou em uma entrevista de emprego.

Porém, o distúrbio de ansiedade, começa quando a preocupação e o medo se tornam extremos. As atividades que deveriam ser simples do dia a dia começam a se tornar desafios e são afetadas.

O que pode se tornar um grande problema para sua vida, já que os sinais de ansiedade podem ser tanto psicológicos quanto físicos. E nesse hora que deve-se procurar um profissional para te ajudar.

Vamos então falar sobre alguns sinais de ansiedade que muitas vezes passam despercebidos. Fique atento a todos, quanto mais cedo o diagnóstico, melhor para sua saúde mental e emocional.

 

1. Preocupação constante

2. Medo de falar em público

3. Roer unhas

4. Falta de concentração

5. Pesadelos frequentes

6. Tensão muscular

7. Boca seca

Conclusão

 

 

1. Preocupação constante

 

Um dos principais sinais de ansiedade é a preocupação. Todo mundo se preocupa, e é comum do ser humano ter essa preocupação dentro de si. Seja com uma reunião importante, uma conversa séria, apresentação de um trabalho, entre outros.

 

 

Mas, quando essa preocupação começa a passar dos níveis normais e atrapalha sua vida, se torna preocupante e pode significar a ansiedade. O ansioso se preocupa durante muito tempo por muitas coisas, e geralmente até se preocupar por algo que não aconteceu.

 

 

 

2. Medo de falar em público

 

Sentir um frio na barriga na hora de apresentar um trabalho ou falar em frente a uma multidão é perfeitamente normal. Afinal, ninguém nasce um expert em palestras.

Porém, se você tem um medo tão grande que passa semanas pensando no evento que vai acontecer, chega até a passar mal e nenhum treinamento vai te ajudar a controlar isso, saiba que esse é mais um dos sinais de ansiedade.

Esse tipo de ansiedade também é chamado de ansiedade social ou fobia social.

 

 

3. Roer unhas

 

Um hábito dado como comum ou até mesmo “coisa de adolescente” é bastante ignorado na hora de se relacionar com a ansiedade. Pode ser considerado algo genético ou até mesmo uma mania, por isso muitas pessoas deixam passar.

 

 

No entanto, roer unhas significa um sinal de nervosismo e ansiedade. É como uma inquietação e até mesmo um vício, você não consegue parar de roer as unhas. Mas, já está sendo considerado um distúrbio emocional ligado aos problemas de ansiedade. Para o ansioso, é como um modo que ele encontra de aliviar o nervosismo ou stress.

 

 

4. Falta de concentração

 

A falta de concentração (também conhecida como névoa mental) é uma condição em que o ansioso não consegue compreender a realidade. “Como assim?”, vou explicar para você. Sabe aquele momento em que você não consegue se conectar com o momento presente? Em que nada você presta atenção com facilidade? Isso é a névoa mental.

Sendo esse um dos sinais de ansiedade mais comuns. A pessoa ansiosa tem tantas ideias na sua cabeça que se forma uma espécie de véu em seu pensamento. Vindo a dificuldade de se concentrar.

 

 

5. Pesadelos frequentes

 

O pesadelo é uma forma que o cérebro tem de tentar dar justificativa para coisas que acontecem no dia a dia ou coisas que nos impressionaram durante o dia. Todos já tivemos pesadelos, mas quando se torna muito frequente, algo se encontra errado.

 

 

Os sonhos e pesadelos podem ser uma manifestação do nosso inconsciente. Os pesadelos podem falar de situações que não podemos nos lembrar, mas que no fundo estão afetando na nossa vida. Portanto, os pesadelos frequentes podem ser um dos sinais de ansiedade reprimida.

 

 

6. Tensão muscular

 

A tensão muscular é algo que acompanha o ansioso, mas ele está tão acostumado que muitas vezes pode não perceber. Apertar a mandíbula, tensionar os punhos e flexionar os músculos são alguns dos exemplos mais comuns.

No dia a dia o ansioso sente incômodos e dores, mas não consegue perceber o que ele mesmo está fazendo. Com o tempo, podem ser causados danos permanentes ao corpo.

 

 

7. Boca seca

 

Também chamada de xerostomia, a boca seca, também pode ser causada pela ansiedade.  A ansiedade libera os hormônios: adrenalinanoradrenalina acetilcolina, e isso desencadeia a boca seca. Em outras ocasiões o ansioso também pode respirar pela boca, o que acaba ocasionando a xerostomia.

 

 

Além disso, a boca seca pode acabar causando outros problemas como: sensação de queimação na língua, sensação de secura na garganta, lábios rachados, paladar reduzido, gosto metálico na boca, feridas na boca e mau hálito.

 

Conclusão

 

Os sinais de ansiedade são muitos e podem surgir a qualquer momento e em qualquer pessoa. Os sinais que tratamos aqui são alguns que muitas vezes as pessoas não levam em consideração. Entendem como apenas algo do cotidiano.

E as consequências disso podem ser muito graves. Ignorar esses sintomas e apenas “esperar eles passarem” pode causar sintomas muito mais fortes, levando a ansiedade a um nível maior.

Agora que você entende um pouco melhor sobre alguns sinais de ansiedade, não deixe de procurar um especialista e caso conheça alguém que possa ter alguns desses sinais, a ajude também.

Lembrando que: os sinais de ansiedade podem ser diversos.

 

 

Agradeço a você que leu até aqui! 🙂

 

Possui alguma dúvida? Comente aqui embaixo